Farshid Fathi é transferido para ala de criminosos de prisão iraniana

www.portasabertas.com.br - 09/09/2014

Preso em 2010 e condenado a seis anos de prisão por seu trabalho nas igrejas domésticas iranianas, o pastor Farshid Fathi foi transferido da ala política da prisão de Evin, em Teerã, para a ala de prisioneiros criminosos de Rajaei Shahr, prisão em Karaj no Irã

De acordo com o Mohabat News, Farshid Fathi foi transferido no dia 19 de agosto pela manhã, por razões desconhecidas e, juntou-se agora ao pastor americano Saeed Abedini, que também está na prisão de Rajaei Shahr. As ameaças que eles têm sofrido de criminosos, inclusive de extremistas do Estado Islâmico, são extremamente preocupantes.

A este respeito, uma fonte falou sob condição de anonimato que: “A ala 10 da prisão Rajaei-Shahr é isolada dos outros prédios da prisão e tem os criminosos mais perigosos. As leis das prisões iranianas demandam a separação de diferentes categorias criminais, fazendo dessa transferência um ato ilegal”.

O pastor Fathi foi preso em 26 de dezembro de 2010, quando as autoridades de segurança iraniana realizaram um ataque pré-planejado para quebrar todos os grupos cristãos perto do Natal. Muitos cristãos em Teerã e outras cidades em todo o Irã foram detidos como parte do mesmo ataque.

O Tribunal Revolucionário condenou o pastor Farshid Fathi, de 35 anos, a seis anos de prisão por "ser o chefe e diretor de organizações estrangeiras, e coletar fundos para estas organizações no Irã". Assim como outros casos de cristãos no Irã, o caso do pastor Fathi foi marcado como crime político, embora o único motivo de sua prisão tenha sido sua fé em Cristo.

Envolva-se
Console cristãos iranianos que estão na prisão

Leia também
Cristão Farshid Fathi está entre os prisioneiros agredidos em invasão
Pastor Saeed Abedini é ameaçado por membros do Estado Islâmico
Lembre-se dos cristãos que estão presos no Irã

Fonte: Mohabat News
Tradução: Larissa Cajaíba




Cultos