Primeiro-ministro do Nepal promete liberdade religiosa

www.portasabertas.com.br - 05/11/2014

Sushil Koirala, o primeiro-ministro do Nepal, afirma que a liberdade religiosa será garantida pela nova Constituição do país, a qual os partidos políticos nacionais se comprometeram a concluir em janeiro de 2015

04_Nepal_Flag

Koirala fez sua promessa no início de outubro para uma plateia de muçulmanos, que compõem cerca de 4 por cento dos 26 milhões de pessoas do Nepal. Os hindus respondem por 80 por cento, e os cristãos, cerca de 1 por cento.

Apesar das garantias do primeiro-ministro, a Constituição proposta também contém uma disposição que proíbe tentativas de persuadir alguém a deixar uma religião para outra. Leis anti-conversão similares são aplicadas em diversos estados na vizinha Índia, onde elas são frequentemente usadas como base para reclamações contra os cultos de cristãos e muçulmanos.

Leia também
Cresce preocupação que o Nepal proíba conversões cristãs

FonteCrossmap
TraduçãoAna Luíza Vastag




Cultos