Mais uma vez, um cristão egípcio é sequestrado na Líbia

www.portasabertas.org.br - 03/02/2015

Em 29 de janeiro, homens armados não identificados sequestraram um cristão egípcio que trabalhava em um restaurante na cidade líbia de Sirte

07_Church_Libya_2012_0260008922.jpg

De acordo com a agência de notícias do Oriente Médio Copts Today, colegas do cristão Samir Sabri Masood, de 26 anos, de Sidi Salem Kafr El Sheikh, Egito, informaram o sequestro à polícia. Masood foi levado para um local desconhecido.

Em 27 de janeiro, pelo menos oito pessoas foram mortas em um ataque a um hotel de luxo em Trípoli. Os militantes leais ao Estado Islâmico disseram que eram responsáveis por um assalto à mão armada, segundo o jornal NY Times.

A agência de notícias World Watch Monitor relatou que pelo menos 20 cristãos egípcios, em dois incidentes separados, em dezembro e janeiro, também foram reivindicados por militantes líbios filiados ao Estado Islâmico.

Hala, esposa do cristão egípcio Emad Magdy Adly disse que não falou com o marido desde o seu sequestro na Líbia, em agosto de 2012.

FonteWorld Watch Monitor
TraduçãoAna Luíza Vastag




Cultos